quarta-feira, 1 de abril de 2015

Importância do estudo diário

Por: Marla Rodrigues / Brasil Escola

O estudo diário é o segredo para um bom desempenho na hora da prova, tanto nos exames cotidianos do colégio quanto no exame do vestibular. A maioria dos professores de ensino médio e cursinhos preparatórios compartilha essa opinião e deixa claro que o estudo durante a madrugada só prejudica o rendimento do aluno nas aulas da manhã seguinte.

O aluno deve criar uma programação diária de estudos, levando em consideração as necessidades pessoais e dedicando um tempo maior para as disciplinas em que possui dificuldades. É importante prestar muita atenção nas aulas e tirar as dúvidas na hora com o professor. O ideal é repassar tudo o que foi visto na escola no mesmo dia, evitando, assim, o acúmulo de matérias. Reserve um tempo maior para aquelas matérias que exigem muitos cálculos como matemática, física e química. O tempo para essa revisão diária não deve ultrapassar cinco horas.

Estudar na véspera da prova além de não ajudar, atrapalha. Essa prática acaba fazendo com que o aluno adquira dúvidas na hora errada, ou seja, na hora em que elas não poderão ser sanadas pelo professor. E como se isso não bastasse, a autoconfiança fica lá embaixo, aumentando o nervosismo na hora de resolver as questões. Se você já estudou e acha que deve revisar antes da prova, cuidado, isso pode embaralhar as informações, fazendo o cérebro criar falsas associações. O melhor é aproveitar o tempo com outro tipo de leitura, fazendo o máximo para relaxar e não sobrecarregar a mente.
Para quem já vai prestar o vestibular a dica é fazer as provas dos anos anteriores das universidades que você vai tentar no fim dos semestres. Dessa forma, o estudante fica mais familiarizado com o estilo e o nível da prova e fica mais preparado e calmo para quando for a hora da verdade.

Quando pensamos em vestibular, pensamos logo na necessidade de uma boa preparação, em um ensino de qualidade e isto é realmente importante para quem quer entrar em uma universidade renomada e de vagas muito disputadas. Procure pelos colégios que têm um bom índice de aprovação em universidades federais, e, se achar necessário, também dê uma olhada nos cursinhos preparatórios de vestibular, pois estes têm um ensino voltado à aprovação destes concursos. Mas lembre-se: o cursinho serve como um complemento do ensino médio e é um recurso extra para o estudo objetivo das provas de vestibulares anteriores.



A preparação continuada do aluno ajuda o mesmo a se sentir preparado para a “prova de fogo”, não deixando que o nervosismo tome conta da mente, ocasionando os famosos “brancos”, ou lapsos de memória. Porém, o estudante não deve deixar de viver para estudar. O lazer é importante para relaxar o corpo e a mente, e o esporte ajuda a manter o corpo com boa disposição, por isso, nada de chás, café, refrigerantes ou estimulantes porque o descanso é fundamental para um bom rendimento escolar.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Quer aprender um novo idioma mais rápido? Foque no conteúdo certo

Fonte: Universia

Quem quer aprender um novo idioma costuma ter pressa. Alguns querem aprender para conseguir cargos melhores na carreira, outros para estudar fora. Enfim, não importam os objetivos: o fato é que quanto mais rápido o aprendizado ocorrer, melhor para o estudante, e a melhor forma de garantir essa rapidez é focar no conteúdo certo.

É claro que você deve aprender o máximo possível sobre outra língua, bem como regras gramaticais e pronúncia, mas para facilitar o processo de aprendizado o essencial é começar com as palavras cotidianas, aquelas que você usará com mais frequência no dia-a-dia. São elas que você colocará em prática e, assim, é por meio delas que melhorará a sua compreensão.

Quando você dominar as expressões cotidianas, começará a perceber que a compreensão de frases e contextos será muito mais fácil e então se sentirá pronto para prosseguir com o aprendizado, incorporandotempos verbais, gírias e elementos novos.

Não se esqueça também que para aprender com eficiência é essencial que você vá além dos livros e cadernos: assistir a filmes legendados, ouvir músicas de outros países e ler jornais estrangeiros são ótimas formas de melhorar o seu domínio.

Para aprender um novo idioma, não tente ir mais rápido do que você deve e comece devagar, com termos familiares. Seu aprendizado se dará de forma muito mais leve e tranquila.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Veja 4 dicas para aprender mais rápido

Fonte: Universia

Quem tem sede de aprendizado sabe: quanto mais rápido se adquire uma nova informação, melhor, porque assim podemos continuar aprendendo e evoluindo cada vez mais. Veja 4 dicas que o ajudarão a aprender novos conteúdos de forma mais rápida:
1 – Faça intervalos
Não se iluda achando que intervalos reduzirão o seu tempo de estudo. A verdade é que as pausas são fundamentais para que o seu cérebro descanse e, nesse período, absorva as informações que foram adquiridas. Portanto, sem neura: estude e faça pequenas pausas para relaxar, caso contrário você perderá tempo ao ter que reler um conteúdo para recordá-lo.

2 – Use tópicos
Agrupe os conteúdos em tópicos de acordo com o assunto e estude um por vez. Isso acelera o aprendizado porque o nosso cérebro tem maior facilidade em aprender por associações, e ao agrupar os pontos-chaves parecidos você estará justamente fazendo uma associação primária.

3 – Estabeleça metas
Estabeleça metas de estudo. Isso é importante para que você consiga mensurar a velocidade do seu aprendizado e perceba quais são as suas facilidades e dificuldades com cada conteúdo.

4 – Recompense a si mesmo
Após estabelecer as metas, pense em recompensas para si mesmo por tê-las atingido. Pode ser a compra de algo que você gosta, uma saída com os seus amigos... Enfim: faça com que o seu cérebro entenda que quanto antes ele aprender algo, mais rápido ele sentirá satisfação com algo que você gosta.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Equilibre a sua vida pessoal e profissional em 4 passos

Fonte: Universia

Manter o equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional pode parecer algo simples à primeira vista: bastaria apenas obedecer os horários de cada uma das rotinas. O problema é que as coisas não são tão fáceis na prática e manter esse equilíbrio é uma tarefa árdua para muitas pessoas. Se esse é o seu caso, veja como conseguir administrar a sua vida com 4 passos: 

1 - Organize as suas tarefas

Que tal criar listas de tarefas organizando tudo o que você precisa fazer num dia? Faça isso de forma a reservar horários para atividades pessoais e profissionais. Assim você não deixará de lado certas atividades e conseguirá equilibrar a sua rotina. 

2 – Não vá além do que você pode

Quantas vezes você já ficou mais horas do que deveria no trabalho e depois se arrependeu pelo tempo que passou ali? Essa é uma atitude clássica das pessoas que perdem o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional e, acredite: pode trazer péssimas consequências. 

3 – Não misture as coisas

Nós sabemos que você não pode impedir os e-mails profissionais de chegarem a sua caixa de entrada, mas tente não abri-los aos finais de semana, por exemplo. Se você quer manter o equilíbrio entre a sua vida pessoal e profissional, não misture as duas. 

4 – Respeite a si mesmo

Não vá além dos seus limites: respeite a si mesmo. Não tente fazer mais atividades do que realmente pode, tampouco deixar de lado as atividades que lhe dão prazer por razões profissionais. Ter uma vida equilibrada depende muito do quanto você respeita os seus limites, portanto estabeleça-os e os siga.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Equilibre o seu trabalho e os estudos com 3 dicas

Fonte: Universia

Estudar e trabalhar: essas são duas atividades que exigem bastante energia de quem as desempenha, especialmente se elas têm que ser feitas juntas. É bastante comum ouvir de estudantes que trabalham que frequentemente as suas notas são afetadas de forma negativa graças ao cansaço da rotina agitada. Para evitar que isso aconteça com você, veja 3 dicas que o ajudarão a manter o equilíbrio:

1 – Planeje-se
Crie agendas e listas de tarefas com as datas de entrega das atividades da faculdade, pois com uma rotina agitada fica mais difícil se lembrar espontaneamente dos dias estabelecidos.

2 – Quanto antes, melhor
Quem estuda e trabalha não pode se dar ao direito de procrastinar: no primeiro horário livre que surgir, já aproveite para organizar as suas tarefas. Quanto antes você coloca-las em dia, melhor.

3 – Otimize o seu tempo
Transporte público, espera em consultórios... Esses são exemplos clássicos de lugares nos quais desperdiçamos preciosos minutos. Que tal, então, transformá-los em algo útil? Aproveite os intervalos para estudar, revisar matérias ou começar pesquisas. Cada minuto conta muito!

sexta-feira, 20 de março de 2015

Aprenda a ler a matéria da prova mais rápido

Fonte: Universia

Por mais que você tente se planejar, nem sempre é possível organizar os seus estudos para uma prova com antecedência - o que pode ser muito ruim quando se trata de uma avaliação teórica, que cobra a leitura de longos textos. Como, então, dar conta de aprender o conteúdo? A solução está em ler de forma mais rápida e sem perder a eficiência.

Para começar, melhore a sua postura. Posicione-se de forma ereta e com os olhos afastados do texto, assim você conseguirá ter uma visão geral do parágrafo e, assim, encontrar palavras-chaves neles, que são fundamentais porque o ajudarão a se lembrar do que você leu. Mantenha o foco nelas.

As anotações são ótimas amigas da sua memória, portanto use-as ao seu favor. Anote as palavras importantes de cada página ou capítulo e, quando acabar a leitura, veja o que escreveu. Isso ajudará o seu cérebro a consolidar as informações que recebeu.

Caso você esteja realmente com muita pressa, tente ler apenas a primeira linha de cada parágrafo. Autores de textos acadêmicos costumam colocar a ideia central do parágrafo logo em seu início. Por mais que você talvez não entenda do que aquilo se trata, pelo menos saberá que foi citado, o que pode o ajudar numa prova teste, por exemplo.

Por fim, não se esqueça de usar outras técnicas ao seu favor: ler em voz alta, ouvir músicas instrumentais e usar marcadores de páginas para as folhas que contiverem informações importantes são atitudes que garantirão um melhor aproveitamento do conteúdo.

Na próxima vez em que você tiver que ler algo rapidamente, não se desespere e siga essas dicas. Elas o ajudarão a entender grande parte de uma matéria e, assim, a garantir uma boa nota.